Contagem regressiva

02

Mais um fim de ano se aproxima. É tempo das famosas frases “vou passar o ano de branco… vermelho… amarelo”, “não podemos esquecer de pular as sete ondas” ou de “fazer uma lista de desejos”. Meu caro, pare por um segundo e pense no que você fez da sua enorme lista de desejos do ano que se passou. Pouca coisa, certo? Você correu atrás dos seus pedidos ou esperou eles cairem do céu? Não precisa nem responder alto, responda para si mesmo.

A cada ano que se passa deixamos inúmeras coisas para trás, ganhamos outras, não tem como prever o que irá acontecer, a não ser que você corra atrás. Como diz Carlos Drummond “Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre”. Sabias palavras!

O segredo é traçar metas e seguí-las, sem se esquecer que nem tudo depende só de você, como por exemplo arrumar um namorado ou um emprego. O que você pode e deve fazer é a sua parte, dar o seu melhor, buscar o seu melhor.

Neste novo ano que entra pela porta da frente, tente perdoar as pessoas que fizeram algo de mal para você, tente deixar coisas bobas de lado, busque aquela amizade antiga que era “para sempre” e durou só até o fim do colegial, busque falar mais sobre o que sente, deseje o bem. Não guarde mágoas, angústias e coisas ruins, isso também se aplica a pessoas. Busque
manter o que te faz bem e feliz.

Já que na vida não dá para zerar e começar tudo outra vez, temos que tentar fazer sempre o melhor ou pelo menos ter a expectativa que algo novo e melhor virá (se você não ficar sentado esperando).

Feliz ano novo!

 vanVanessa Garcia:  Estudante de Computação Gráfica. Curte ficar com a família e com os amigos. Gosta de ver um céu estrelado e a paz de observar uma bela paisagem. Observadora, não fala muito mas dizem que sempre dá bons conselhos.

Deixar uma resposta