Quando a tecnologia causa constrangimento

Essa é uma história verdadeira, aconteceu com o primo de um irmão de um amigo meu.

Jonas era um rapaz de 25 anos que adorava tecnologia, namorava uma garota, que… bom, não vem ao caso, essa menina era uma mala sem alça, Jonas terminou com ela poucos meses depois e não pode nem ouvir falar o nome dela, então em respeito ao rapaz não vamos citar o nome dela, vamos chamá-la de Demi.

Um belo dia, Jonas e Demi estavam passando férias em uma cidade do interior, a cidade dos pais de Demi. (Pô, Jonas, mal começou a namorar a menina e já foi conhecer os sogrões, como assim, Jonas? Como assim?) Desculpem, acho que me exaltei, prometo ser imparcial de agora em diante. Continuando… Jonas estava de férias com sua queridíssima namorada Demi na casa dos pais dela, que por sinal não iam com a cara dele, já que segundo eles, Jonas não passava de um nerd babão. O nerd babão, quero dizer…  Jonas, sempre levava seus aparelhos eletrônicos para onde quer que fosse, era Wii, Xbox, iPod, iPad, iPhone, inãoPode e por aí vai. Tudo isso era como se fizesse parte dele, sem eles Jonas não vivia.

Jonas tinha uma grande mania, por ser amante da tecnologia ele sempre usufruía o máximo dela. Tudo que ele usava era sem fio, moderno e coisa e tal, até pra falar no celular ele falava no fone de ouvido sem nem precisar pegar o celular na mão.

Jonas e Demi mesmo namorando, dormiam separados na casa dos pais dela. Demi dormia com seus pais numa confortável cama, enquanto Jonas dormia sozinho num quarto sujo fora da casa junto com o cachorro da família. Mentira, vocês achavam mesmo que eles iam deixar Jonas dormindo junto com o cachorro? Na verdade Jonas dormia sozinho lá fora, o cachorro dormia dentro da casa…

Certa madrugada Jonas acordou com seu celular tocando, era seu chefe. Lá foi ele colocar seus fones de ouvidos para ouvir as bombas que seu chefe mandaria. Nesse instante Demi acordou com o barulho de seu cachorro latindo dentro de casa e foi ver o que acontecia lá fora. Curiosa, Demi gritou para Jonas:

-Que que ta acontecendo, tá com outra aí, Jonas?
Jonas com os fones de ouvido nem ouvia o que sua namorada falava e seguia falando com seu chefe que havia perguntado se mesmo de férias Jonas estava adiantando o trabalho do mês que vem.

-Claro, não tem nada pra fazer nessa cidade.

-Quem é a cachorra que ta com você aí, Jonas? Quem é essa cachorra seu nerd babão!(na verdade ela o chamou de outra coisa, mas vamos chamá-lo de nerd babão para não baixar o nível)

-Não interessa. Disse Jonas respondendo ao seu chefe quando indagado se estava acabando o trabalho – O que interessa é que to fazendo e to fazendo muito bem feito.

Quando Demi ouviu essa última frase (que por sinal foi a última frase que alguém ouviu Jonas pronunciar) ela quebrou a porta e também a cara do pobre Jonas, sem que nem desse tempo de alguma reação ou explicação do pobre rapaz.

Essa é uma história verídica, aconteceu com o primo de um irmão de um amigo meu, Jonas. Um pobre rapaz que só estava trabalhando enquanto estava de férias na casa dos sogrões.

Deixar uma resposta