O incrível dom de ouvir cores e ver sons.

on

Do grego em uma tradução livre “junção de sensação”, sinestesia pode ser usada para descrever uma figura de linguagem, assim como uma série de fenômenos provocados por uma condição neurológica.

Ouvir cores, ver sons, sentir o gosto de palavras. Parece coisa de outro mundo, não é mesmo? Isso ocorre quando um estimulo dos cinco sentidos desencadeia experiências em um sentido não relacionado, como audição-visão. Estudos afirmam que pelo menos 2% da população em geral experimenta naturalmente a sinestesia, por ser um fenômeno herdado nas famílias.

Causado por um aumento do número de conexões entre as regiões sensoriais do cérebro, muitos se perguntam porque o fenômeno ainda tem sobrevivido se não parece ter qualquer beneficio. Agora, cientistas tem encontrado as respostas para essa pergunta. A maioria dos sinestetas demonstram uma memória notável, outros apresentam maior criatividade.

O maior fator positivo desse fenômeno é memorizar mais facilmente informações por meio de associações de mais de um sentido. Como por exemplo o escritor britânico, Daniel Tammet, que disse que para ele cada número inteiro até 10 mil possui uma cor própria. Ele também usou a sinestesia para memorizar a constante matemática de pi até mais de 20 mil dígitos.

Bom, isso pode não ser lá aquelas coisas mas já pensou você ver a música que está ouvindo? Não como um video clipe, mas atrevés de cores. Se o som já é capaz de mexer com todos nós, imagina quem é capaz de ouvir cores. Incrível! A Melissa McCracken decidiu pintar o que ouvia e bom… o resultado foi maravilhoso. Com pinturas abstratas e cheias de cores, ela mostrou um pouquinho do mundo particular em que vive, além de embelezar mais o nosso.

sinestesia_limaocravo-01Cada pintura é referente a uma música e nota-se uma incrível diferença entre elas. Você pode conferir mais algumas pinturas no facebook da artista.

vanVanessa Garcia:  Estudante de Computação Gráfica. Curte ficar com a família e com os amigos. Gosta de ver um céu estrelado e a paz de observar uma bela paisagem. Observadora, não fala muito mas dizem que sempre dá bons conselhos.

Deixar uma resposta