Gestão da inovação no marketing de grandes empresas: como realizar?

167817-gestao-da-inovacao-no-marketing-de-grandes-empresas-como-realizar (1)

Qual foi a última vez que a sua empresa inovou? A inovação é importante, mas às vezes permanece na parte abstrata das ideias e não é colocada em prática na rotina da empresa. Inovar pode parecer algo arriscado, mas se o processo é coordenado e planejado, os benefícios são certos. A gestão da inovação no marketing é a metodologia de organizar processos e gerir a criatividade aplicando-as aos processos.

marketing trabalha com algumas metodologias prontas que explicam como o processo de compra e venda funciona e quais as melhores formas de utilizar essas metodologias. Mas se todas as empresas já utilizam esses métodos, como diferenciar o marketing da sua empresa das demais?

Saiba, no post de hoje, como aumentar as vendas e os resultados com esse processo.

O que é gestão da inovação?

Todas as empresas que querem continuar crescendo precisam investir em inovação. Mas como investir de forma assertiva? O processo de gestão da inovação busca de forma estratégica e responsável, traçar modelos a serem seguidos e apontar as ferramentas necessárias para isso. Ao gerar inovação, a empresa agrega valor aos seus produtos e se diferencia das concorrentes.

Antigamente, as ideias inovadoras e a capacidade de inovar estavam muito atreladas às áreas criativas de uma empresa. É como se as partes responsáveis fossem divididas por suas principais características; a área de criação deveria ser responsável por inovar e criar, e a parte administrativa por organizar e contabilizar.

Com o ambiente corporativo em mudança, a inovação foi auxiliando a forma com que as equipes lidavam com os problemas e como os novos produtos e as soluções eram apresentadas. A tecnologia também foi fator preponderante para colocar a inovação presente em todas as áreas de uma empresa.

Como utilizá-la na minha empresa?

Crie um ambiente favorável

Qualquer pessoa está apta a ter boas ideias, mas o grande diferencial é saber utilizá-las dentro da empresa. O ambiente deve ser favorável para que o colaborador se empenhe e seja recompensado pela ideia que teve. De nada adianta propor e pedir ajuda aos funcionários, se eles não verão nenhum reconhecimento dessa atitude.

Identifique oportunidades e trace metas

Metas e objetivos devem ser definidos e passados para toda a equipe. Por mais que alguns setores não tenham tanta afinidade com a inovação e a criatividade, é preciso impulsioná-los para novos desafios.

Por exemplo, cada setor pode ter como meta criar uma forma de facilitar o seu trabalho ou de vender mais. Na área do marketing, a sugestão pode ser criar uma landing page, usar uma nova rede social ou uma nova forma de anunciar a cada mês.

Troque ideias e documente tudo

Uma ideia só é boa depois de discutida e colocada em prática. Ideias mirabolantes e difíceis demais de serem mensuradas, não trarão lucratividade para a empresa. O brainstorm, ou chuva de ideias, é uma expressão muito utilizada na publicidade. É nesse momento que várias ideias são apresentadas e a equipe discute sobre elas.

Dessa reunião surgem ideias mais maduras, estruturadas e prontas para serem colocadas em prática. Lembre-se de documentar tudo. Essas anotações servirão para mostrar o que funciona e o que pode ser descartado no futuro.

Qual a importância de implementá-la na minha empresa?

A gestão da inovação é algo que deve ser aplicado constantemente em uma empresa. Cada nova ideia pode se tornar um novo projeto ou um novo produto. Inovar é melhorar processos já existentes e facilitar o trabalho dos colaboradores.

A partir do momento que se cria uma cultura de que todo funcionário pode inovar, que os superiores estarão abertos a receber novas ideias e que haverá recompensas para isso, a gestão da inovação será uma característica da empresa e não apenas uma atividade necessária.

Quais atitudes de gestão da inovação você já usa na sua empresa? Gostou do nosso texto? Compartilhe o post nas redes sociais.

Deixar uma resposta