O poder da imagem no design

De forma consciente ou inconsciente, as imagens são guardadas pelos consumidores e influenciam no momento de decisão de compra. Uma imagem carrega consigo emoções, cultura, expressões e sentimentos.

As imagens para designer gráfico podem ser feitas utilizando fotos de própria autoria, imagens extraídas de bancos de imagens que tenham a ver com a empresa ou podem ser criadas a partir de vetores em programas profissionais. Para criar um design é necessário conhecimento pleno nos programas utilizados, ter um planejamento e definir o que deseja expressar aos seus consumidores.

Dois conceitos importantes são aplicados no design de imagem:

  • A imagem vetorial possui formas geométricas representadas por fórmulas matemáticas onde os comandos geométricos (zoom e diminuição, por exemplo) funcionam melhor e a qualidade da imagem é mantida.
  • As imagens bitmap são compostas por pixels contidas em um quadro, no qual cada um possui informações que descrevem suas cores.

Vale destacar que não há um tipo que é mais ou menos recomendado, mas aquele que melhor se adequa em cada situação. Por exemplo, quando existe a necessidade de realismo, para impressão em alta qualidade, complexidade de cor e degradê é recomendado o uso da imagem em bitmap. Já para casos em que tais fatores podem ser dispensados, como em logotipos, imagens para redes sociais e imagens com desenhos, o mais recomendado é o uso de imagens vetoriais.

“Para que as mensagens sejam transmitidas, recebidas e guardadas, o autor e o leitor precisam compartilhar de uma linguagem comum e de uma cultura similar. Por consequência, o designer e o editor devem respeitar essa linguagem, seja ela escrita ou gráfica. As pessoas são capazes de perceber, compreender e reter informações que lhes são apresentadas por meio de formas e linguagens com as quais possuam familiaridade.” HASLAM:2010

Fontes: Educa Mundo e Design Culture

Deixar uma resposta