Quatro tipos de criatividade comprovadas através de estudos pelo neurocientista Arne Dietrich

Empresas podem fazer muito para estimular a criatividade nos seus funcionários, basicamente deixando-os livre e oferecendo ambientes enriquecedores. Não há um caminho certo, mas vários que dependem da atividade, personalidade e do momento de cada pessoa. Segundo Arne Dietrich, existem quatro tipos de criatividade que podem caracterizar os indivíduos: deliberada e cognitiva; deliberada e emocional; espontânea e emocional; espontânea e cognitiva.

A deliberada e cognitiva acontece quando você reúne seus conhecimentos para solucionar seus problemas criando uma ideia. Requer alto conhecimento e muito tempo para testar. Esta criatividade foi muito utilizada por Thomas Edison, considerado o maior inventor da história.

A deliberada e emocional requer um tempo de quietude e solidão. Ela acontece quando ideias surgem após fortes emoções.

A espontânea e emocional utiliza os dons e habilidades que você já tem, mas ganham mais força após fortes emoções. É geralmente associada a grandes artistas, músicos e pessoas que estão sempre praticando, lendo, fazendo e meditando sobre qualquer coisa.

A espontânea e cognitiva acontece quando você para de pensar no trabalho e dá uma volta, mas é necessário ter conhecimento. Quando Newton levou uma “maçãzada” na cabeça e conseguiu relacionar a fruta com a ciência e formular sua teoria da gravidade, ele foi extremamente criativo.

Devemos sempre estar em busca de possíveis gatilhos criativos. Afinal, a criatividade é oposta a qualquer tipo de limitação.

Fonte: pequeno guru

Leave a Reply