Utilize as leis da gestalt para melhorar seus projetos

Estudando gestalt, podemos perceber porque algumas formas agradam mais que as outras e porque enxergarmos um objeto de tal maneira. Com isso, podemos usar as leis da gestalt ao nosso favor e de maneira mais consciente para melhorar os nossos projetos e manipulá-los para alcançar nossos objetos de comunicação. O design utiliza as leis da gestalt o tempo todo, muitas vezes até de forma inconsciente.

O mundo visual é tão complexo que o cérebro humano desenvolveu estratégias para lidar com toda essa confusão. Nossa mente sempre vai procurar a solução mais simples para um problema. Uma das formas que a nossa cabeça utiliza para fazer isso é através da formação de grupos de itens que possuem uma característica em comum.

Muito do que você estuda sobre a gestalt é em relação a como estes grupos se formam e qual efeito eles possuem na nossa percepção. Quanto mais forte o grupo, mais forte a gestalt. É este grupo que contribui para a unidade no design. A gestalt é a ferramenta mais poderosa que o designer tem para criar algo único.

Gestalt é uma palavra de origem germânica que significa “forma” ou “figura”, o termo foi adotado pelos psicólogos e teve seu significado ampliado para o “todo unificado”, ou seja, a percepção da unidade de vários elementos.

As leis básicas da gestalt são:

Pregnância

Unidade

Segregação

Proximidade

Semelhança

Unificação

Continuidade

Fechamento

O conceito de gestalt foi primeiro introduzido na filosofia e psicologia contemporânea por Christian von Ehrenfels, mas o verdadeiro pai da gestalt foi Max Wertheimer, cujo trabalho surgiu como resposta ao estruturalismo de Wilhelm Wundt (um sistema no qual cada um dos elementos só pode ser definido pelas relações de equivalência ou de oposição que mantém com os demais elementos).

No entanto, Wertheimer não foi o único responsável pelo surgimento do gestaltismo. O desenvolvimento desta área da psicologia foi fortemente influenciado por outros grandes pensadores, como Immanuel Kant, Ernst Mach e Johann Wolfgang von Goethe.

Fontes: Chocola Design e Chief of Design

 

Deixar uma resposta