Linguagens para se expressar no mundo da programação

Atualmente, existem muitas linguagens que são escritas pelos programadores. Uma das principais metas das linguagens de programação é utilizá-las para escrever algoritmos (sequência finita de ações executáveis para resolver um problema ou realizar uma tarefa) compreensíveis ao computador. Esses algoritmos descrevem ao computador como e o que ele tem que fazer.

As linguagens são classificadas em: de baixo nível e de alto nível. São utilizadas para aplicações gerais, que podem servir para vários fins, e outras mais específicas, que foram criadas de acordo com algum projeto exclusivo. Existem também as linguagens de nível intermediário que contém características tanto das linguagens de baixo nível quanto alto nível.

As várias linguagens servem para muitos propósitos. Alguns óbvios, como criar um software que pode ser desenvolvido para rodar em um computador, dispositivo móvel ou em qualquer equipamento que permita sua execução. Quanto mais o programador souber sobre a linguagem, mais recursos seu código terá. Javascript, C++, Ruby, PHP, Python, Java, C e C# são exemplos de linguagens de programação, mas para usá-las é preciso escrever códigos também.

Quanto mais um programador souber sobre uma linguagem de programação, melhor ele conseguirá se expressar no mundo da programação e mais recursos ele terá para escrever soluções para problemas computacionais via código.

Fontes: Universidade da tecnologia e Programador

Deixar uma resposta