Deixe a experiência de interação entre uma pessoa e uma máquina a mais tranquila possível com o design de interfaces

O papel do designer de interface é se questionar constantemente e avaliar se a usabilidade da aplicação é satisfatória e condizente com seu público. Nesse sentido, a experiência do usuário, ou User Experience (UX), deve ser o centro das atenções no desenvolvimento de um produto, serviço ou sistema.

A interface varia de um brinquedo, aparelho eletrodoméstico, até um aplicativo para smartphone ou uma página na web. O trabalho do designer de interface vai além do entendimento do problema do usuário e suas necessidades. Este tipo de design envolve o conhecimento técnico e estético para a construção de ferramentas funcionais.

De acordo com a norma ISO 9241, para verificar o nível de usabilidade de uma interface é necessário avaliar os seguintes elementos: eficácia (a tarefa que se pretende executar deve ser realizada de forma correta e completa), eficiência (determinadas funcionalidades devem reduzir ao mínimo os recursos empregados) e satisfação (diz respeito ao conforto e facilidade que o usuário tem ao usar a ferramenta).

Uma interface bem projetada é a principal responsável pela manutenção de um usuário em navegação em um site ou aplicativo. Também é seu objetivo incentivar e garantir a fidelização desse usuário. Se bem pensada, portanto, tem o poder de facilitar a vida e se tornar uma ferramenta presente na vida das pessoas. Ignorar a importância do design de interface pode ser o fator decisivo na rejeição de uma aplicação.

Fonte: duo.me

Deixar uma resposta